Acervo

1999

 

De Uma Margem à Outra

 

  • Em 1999, através de intercâmbio cultural a Cia. SeráQuê? estabelece vínculos com a francesa Cie. Azanie e convida os artistas Arreski Hamitouche e Fred Bendongué para ministrarem oficinas em regiões periféricas de Belo Horizonte; na França realizam oficinas com os artistas brasileiros também nas periferias de lá. Como resultado deste intercâmbio, surgiram dois espetáculos. Na França o espetáculo D´une rive a l´autre (De uma margem à outra) que mais tarde foi considerado pela crítica especializada daquele país como um dos dez espetáculos mais significativos da diversidade da dança contemporânea francesa; e aqui no Brasil estreou o premiado “Quilombos Urbanos”, espetáculo de linguagem inovadora e pioneira, realizado em parceria com a Crew de Hip Hop - Up Dance. A estreia Francesa aconteceu na Maison de La Danse na cidade de Lyon. A brasileira no Espaço Cultural Lapa Multishow em Belo Horizonte


 

Quilombos Urbanos


  • Neste período com um olhar atento as comunidades do entorno, a Companhia criou o braço de arte e cultura dentro do projeto Muriki. Esta ação foi batizada de Reeditores de Arte e Cultura. Gerido pela AMAS – Associação Municipal de Assistência Social e pelo Unicef esta ação aplicou a metodologia de formação e didática, focada na educação através das artes integradas e teve como público alvo adolescentes em situação de risco social e os adultos de suas famílias. 
  • Ficha técnica

    Bailarinos: Rui Moreiora e Bete Arenque
    Produção executiva: Bete Arenque
    Músicos: Gil Amâncio e Guda
    Dança Urbanas: Grupo UP DANCE

 

Reeditores de Arte e Cultura

O projeto REEDITORES DE ARTE E CULTURA é uma proposta pedagógica elaborada para a formação técnica e artística de jovens, nas áreas de música, dança e teatro, além de torná-los aptos a ministrar oficinas de artes integradas e a elaborar e produzir projetos culturais comunitários. A capacitação técnica e artística desses jovens visa a formação de reeditores sociais, ou seja, pessoas que através da arte possam intervir em seu meio social introduzindo práticas artísticas e culturais que possibilitem a transformação de valores, ações e sentidos. A proposta aborda, portanto, o desenvolvimento pessoal (físico e emocional), social e de competências criativas, produtivas e cognitivas. Por conseqüência, além dos conteúdos específicos das áreas de dança, teatro, música e da produção e elaboração de projetos, constam também no programa conteúdos teóricos de diversas áreas do conhecimento como História da Arte, Filosofia, Ética, Política. 

  • Oficinas dos Reeditores na Comunidade de Vila Mariquinhas - Após 06 meses de formação, os Reeditores realizam ação de sensibilização no Acentamento de Vila Mariquinhas, periferia da cidade de Belo Horizonte. Acompanhados pelos mestres Rui, Gil e Guda, realizam atividades musicais e de dança nas ruas da comunidade com pessoas de todas as idades.

Ficha técnica

Coordenação pedagógica: Bete Arenque

Coordenação artística: Rui Moreira

Professores: Rui Moreiora, Gil Amâncio, Guda, Grupo UP DANCE e Bete Arenque

Produção executiva: Bete Arenque

 

 





Comentários